http://img710.imageshack.us/img710/7564/portalfutebolbyjoaolope.png
Entrevista de Camacho
publicado por Mário Cagica Oliveira a sábado, 23 de fevereiro de 2008

Camacho deu uma entrevista à «Mística», revista do Benfica, na qual expressa a sua confiança num futuro risonho para o clube encarnado quando Adu e Di María terminarem a aprendizagem.
José Antonio Camacho


«Fazem um bom trabalho e gosto da evolução de ambos, mas sei que, na hora de jogar e de ter responsabilidades na equipa, algo lhes falta, porque o Benfica é muito grande para que um rapaz de 17 ou 18 anos possa ser figura. Têm de acabar de se formar», disse Camacho, a propósito.

O técnico crê que está a lançar as bases de uma grande equipa: «Julgo que sim. Estão a ser formados talentos que, dentro de três ou quatro anos, darão cartas no Benfica e na Europa.»

... Mas diagnostica males e apresenta receitas: «[No FC Porto] Conseguem manter jogadores e mudar um ou outro sem perder o nível de qualidade. O Benfica tem de potenciar em vez de mudar», considerou.

Sobre o plantel, foi directo também quanto a Cardozo: «Revelou problemas de adaptação, chegou muito cansado da sua selecção. (...) Tudo leva o seu tempo». E congratulou-se, a propósito de Binya: «Felizmente pudemos incorporá-lo no último momento. De desconhecido chegou à selecção dos Camarões.» De Maxi Pereira, destacou o facto de dar «tudo o que tem» e a polivalência.


Notícia por: A Bola

Etiquetas:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]