http://img710.imageshack.us/img710/7564/portalfutebolbyjoaolope.png
OS Ilustres desconhecidos #2
publicado por David Pereira a terça-feira, 22 de julho de 2008

Olá a todos os leitores deste blog e Jerichoolics! Esta é a segunda edição de "Os Ilustres desconhecidos".
O atleta de que vos falo hoje é Catchana, jogador do Aljustrelense que vai militar em 2008/2009 na 2ª Divisão Nacional - Série D.



Nome completo: Ricardo Jorge Guerreiro Felisberto (CATCHANA)
Posição: Médio-Ofensivo
Altura: 1, 80m
Peso: 71 kg
Data de Nascimento: 10.08.83 (24 anos)
Local de Nascimento: Almodôvar
Nacionalidade: Portuguesa
Clube que representa: Sport Clube Mineiro Aljustrelense
Carreira:
- Louletano (2001-2002)
- Castrense (2002-2004)
- Aljustrelense (2004-2005)
- Beira-Mar (2006)
- Pampilhosa (2006)
- Avanca (2007)
- Aljustrelense (2007-?)


Ricardo Catchana, como é conhecido no mundo do futebol iniciou a sua carreira sénior no Louletano na época de 2001/2002, quando o seu clube militava na 2ª Divisão B.
Depois rumou a Castro Verde, ficando duas épocas no clube local, o FC Castrense e apesar de ter alcançado boas classificações o clube alentejano não conseguiu subir à 3ª Divisão Nacional.

Curiosamente, esteve neste clube enquanto um tio meu era presidente e pelo que me recordo devo ter assistido a dois jogos seus, um para o "Distritalão" e outro para a Taça do Distrito de Beja, ambos ganhos pelo Castrense mas para dizer a verdade... não fazia a ideia que havia lá um jogador chamado Catchana muito menos que era tão bom.

No seu último ano no Castrense quem subiu de divisão foi o Mineiro Aljustrelense e num campeonato mais exigente como é o da 3ª Divisão, o clube quis reforçar-se com jogadores valiosos e um deles adivinhem quem foi? Catchana!

Na primeira época pelo clube "tricolor", em 2004/2005, conseguiu ajudar a colocar o clube de Aljustrel na 8ª posição na Série F da III Divisão Nacional. Uma excelente classificação para um clube alentejano que tinha acabado de vir da Distrital.
Na época seguinte o clube também ía lançado mas Catchana saiu a meio da época para o Beira-Mar e curiosamente ou talvez não o Aljustrelense foi descendo em termos de rendimento, acabou em 14º tendo descido novamente à Distrital...



O eco das suas boas exibições até se ouviu em Aveiro onde o futebolista teve a sua primeira experiência como jogador profissional, o primeiro treinador que teve foi Augusto Inácio.
Mas Catchana não ganhou um lugar na equipa que subiu nesse ano à 1ª Liga, realizando apenas 5 jogos em 2005/2006 apenas actuando uma vez como titular.
Em 2006/2007 efectuou ainda a pré-epóca nos alvi-negros onde pôde ser colega de Mário Jardel mas Inácio dispensou-o para o Pampilhosa. Apesar de tudo esteve presente no plantel do Beira-Mar apresentado no FIFA 2007.

No Pampilhosa fez a primeira metade da época, na 2ª Divisão, efectuando cinco jogos (quatro como titular) e apontando um golo.
Na segunda metade da época, mudou-se para Avanca, curiosamente da mesma divisão e da mesma série e aí efectuou apenas quatro jogos.
Após uma pesquisa fiquei a saber que Catchana saiu do 7º classificado desse campeonato para ir jogar menos no 8º classificado.

O jogador alentejano estava em baixo na sua carreira e resolveu voltar a Aljustrel, para o clube da terra que tinha acabado de subir de novo à 3ª Divisão Nacional.
Aí realizou boas exibições, marcou golos, efectuou assistências e conseguiu levar o Mineiro (nome pelo qual o clube é tratado em Aljustrel) a mais uma subida de divisão, desta vez à 2ª Divisão.



Durante este último ano, esteve na mesma série que dois clubes do Barreiro e pude observar quatro jogos deste atleta.
Como a maioria dos clubes que militam em divisões inferiores, o Aljustrelense jogava ao ataque no Estádio Municipal de Aljustrel e com tácticas mais defensivas quando a equipa jogava fora, o treinador era também muito conservador e por isso nem sempre Catchana era titular, apesar de quase sempre utilizado, especialmente nos jogos em casa.
Como jogador tem uma boa altura, tem um bom toque de bola, tem um bom drible, faz passes de muita qualidade e é uma referência da equipa que veste as cores vermelha, branca e azul.

Em 2008/2009 voltará a vestir a camisola do Aljustrelense, já não o posso acompanhar ao vivo pois nenhuma equipa do Barreiro subiu... mas o que me vale é que o GD Fabril tem um grande presidente, por acaso é natural de Aljustrel e convidou a equipa alentejana para o jogo de apresentação do emblema barreirense.
Para os interessados, o jogo será no próximo sábado, dia 26, às 18h00 e veremos frente a frente os dois jogadores em destaque nos "Ilustres desconhecidos": Bruno Cruz (Fabril) e Catchana (Aljustrelense).
Esperem por fotos e talvez um report deste jogo! (acho que os administradores deste blog não se importam)



Espero que tenham gostado e que comentem!

PS: Peço desculpa por não ter postado ontem mas tenho andado com problemas no meu PC.

Etiquetas:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Blogger TheRock aka Dexter Comentou...
que jogador xD
22 de julho de 2008 às 20:31  
Blogger FMBP Comentou...
Tal como já te tinha dito...adoro saber o q s passou para o "ocaso" dos jogadores...eu quando vi o nome do jogador em causa associei logo ao Beira-Mar...
Pena o caminho que tomou a carreira dele...como a de tantos outros...
espero q continues com artigos de qualiadade!
23 de julho de 2008 às 00:42  
Blogger Edge Comentou...
Boas compadres, como todos sabem eu sou alentejano e posso dizer-vos uma coisa, conheço este Ricardo Catchana muito bem!

E o Jericho não mente: "Aí realizou boas exibições, marcou golos, efectuou assistências e conseguiu levar o Mineiro (nome pelo qual o clube é tratado em Aljustrel) a mais uma subida de divisão, desta vez à 2ª Divisão."

Actualmente o Aljustrelense é o melhor clube alentejano!
23 de julho de 2008 às 00:50  
Blogger Kaká Comentou...
Este é apenas mais um dos casos em que a felicidade de estar no sítio certo, à hora certa não aconteceu (onde eu também me incluo). Pode-se ser um jogador fantástico, mas se não tiveres ninguém que te ajude a subir os altos degraus da carreira de futebolista (treinadores, empesários, presidentes,...), nunca sairás das 3as ou 2as divisões. Este é o meu caso e espero que vejam as tuas crónicas e que se apercebam que há jogadores de grande qualidade nas divisões inferiores, que só por uma questão de falta de sorte, não estão num nível mais elevado!!
Continua assim!!
Um abraço!!
24 de julho de 2008 às 13:59