http://img710.imageshack.us/img710/7564/portalfutebolbyjoaolope.png
NO REINO DO DRAGÃO #10
publicado por Kaká a segunda-feira, 25 de agosto de 2008

F.C. Porto-Belenenses, 2-0
Incrivelmente perfeito

Força admirável, arco irrepreensível, calculado com invulgar precisão. Júlio César, por terra, voara, mas não pudera evitar o balanço das redes. Hulk e o estádio, movido por um incontrolável impulso e certos de que partilhavam um momento único, pularam para festejar o segundo golo do Dragão. Um fenómeno à dimensão de mil dias de liderança e inquestionável hegemonia.

Uma entrada previsivelmente forte, marcada por uma multiplicidade de movimentações e factores geradores de surpresa, revelou, desde o primeiro instante, a faceta vincadamente dominadora que o Tricampeão veste como imagem de marca e lhe serve, também, como essência ou principal característica.

Ao quarto minuto, quando um disparo de Raul Meireles formulou a primeira ameaça, o jogo já havia assumido a singular configuração de sentido único, que os momentos e ensaios que se seguiram não fizeram mais do que confirmar. Da pressão incessante resultou o golo. Apontou-o Mariano, depois de Júlio César adiar a primeira celebração da época no Dragão, a remate de Lisandro.

O assédio prosseguiu, invariável, na direcção da baliza belenense, a que um lapso de arbitragem negou a iminência de novo golo, interrompendo uma jogada legal por pretensa posição irregular de Sapunaru, que já havia oferecido a bola e as redes desertas a Lisandro.



A definição, clara, sem espaço para reservas nem dúvidas, do vencedor foi protelada por questões de pormenor (entre bolas no poste ou a centímetros do alvo), adiada para a segunda metade, parecendo aguardar uma sentença veemente, como o pontapé incrivelmente perfeito de Hulk, um portento, misto de força, inesperado e colocação, «folha seca» furiosa que selou o milésimo dia de liderança portista, hoje partilhada por força das circunstâncias de um campeonato que está só no começo.

FICHA DE JOGO
Liga 2008/09, 1ª jornada
Estádio do Dragão, no Porto
24 de Agosto de 2008
Assistência: 41.211 espectadores
Árbitro: Artur Soares Dias (Porto)
Assistentes: Rui Licínio e João Silva
4º árbitro: Pedro Maia

F.C. PORTO: Helton; Sapunaru, Pedro Emanuel «cap», Bruno Alves e Benítez; Tomás Costa, Raul Meireles e Lucho; Mariano, Lisandro e Rodriguez
Substituições: Rodriguez por Hulk (69m), Tomás Costa por Guarin (74m), Mariano por Fucile (80m)
Não utilizados: Nuno, Rolando, Bolatti e Farías
Treinador: Jesualdo Ferreira

BELENENSES: Júlio César; Baiano, Carciano, Matheus e China; Rodrigo Arroz, Cândido Costa, Silas «cap» e Zé Pedro; Maykon e Marcelo Faria
Substituições: Marcelo Faria por João Paulo (55m), Rodrigo Arroz por Organista (64m) e Maikon por Vinicius (70m)
Não utilizados: Assis, Mano, Evandro e Vanderlei
Treinador: Casemiro Mior

Ao intervalo: 1-0
Marcadores: Mariano (15m), Hulk (83m)
Disciplina: cartão amarelo a Baiano (22m), Carciano (56m e 73m), Bruno Alves (59m), Lisandro (62m), Cândido Costa (85m); cartão vermelho a Carciano (73m)
Mais uma demonstração da força deste Dragão!!
Para a semana, temos um escaldante Benfica x F. C. Porto.
Até à próxima.
Um abraço.
Kaká

Etiquetas:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Blogger El Kün Comentou...
Bom, acho que estamos muito bem encaminhados para o tetra.
Para a semana vaqmos ver como nos saimos frente ao benfica mas tenho a certeza que iremos ganhar.

PORTO =DDD
25 de agosto de 2008 às 19:34  
Blogger Jericho Comentou...
Pessoal, é só para dizer que vou voltar a escrever esta semana...

E deverão ser em principio duas vezes, uma sobre a 1ª Liga, outra sobre a 1ª eliminatória da Taça de Portugal onde o nosso colega Kaká vai enfrentar nada mais nada menos que Catchana...

Na outra semana regressarão os Ilustres Desconhecidos mesmo a sério...
25 de agosto de 2008 às 22:36