http://img710.imageshack.us/img710/7564/portalfutebolbyjoaolope.png
A força do líder
publicado por David Pereira a segunda-feira, 12 de janeiro de 2009



"Uma imagem vale mais que mil palavras"

Etiquetas: , , ,

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Blogger marioalex Comentou...
Só falam agora e tal, mas nas jornadas anteriores em que quase escandalosamente nos foram retirados 4(!) Pontos ninguém fala.
Jericho está mas é calado e se vamos falar em fiscais de linha que não assinalam golos evidentes vê se te lembras disto:

http://www.youtube.com/watch?v=VXGte8AGWqU

Também vais dizer que o Sporting nunca foi beneficiado?!
Ganhem juízo, o Benfica beneficiou de um golo irregular é verdade, mas tendo em conta o que se tem passado este ano, até vem repor alguma justiça com o que tem acontecido!
12 de janeiro de 2009 às 17:41  
Blogger HHH Comentou...
Realmente pah!Esqueceste do jogo com o nacional em k nakele lance a penalti sobre o nuno gomes e umas mao mal assinalada ao miguel vitor...ta mase kalado e ve o video


força slb rumo o título
12 de janeiro de 2009 às 18:37  
Blogger Jericho Comentou...
Eu ainda não estava no Foot Fever nos jogo com o Setúbal e no jogo com o Nacional estava de férias.
No entanto não posso afirmar com 100% de certeza que os golos foram bem anulados (embora em ambos os casos o árbitro já tinha arbitrado antes).

Não consigo abrir o youtube no meu PC mas certamente que julgo que deves estar a falar do célebre Sporting vs. U. Leiria...
12 de janeiro de 2009 às 18:38  
Blogger Jericho Comentou...
Depois há aqui alguma subjectividade...

As faltas (no caso dos jogos com o Nacional e Setúbal) é sempre algo subjectivo pois depende do entender e do juizo que o árbitro faz...

Na minha opinião, seja casual ou não, qualquer mão que seja influente numa jogada deverá ser assinalada com uma falta...


Mas como eu digo, há sempre o juizo do árbitro (ou de qualquer adepto) que nessas situações é muito subjectivo enquanto que um fora-de-jogo se há tem de ser marcado e se não há não pode ser marcado.

Acho que numa bola parada até é mais fácil ao fiscal-de-linha ver os foras-de-jogo.
12 de janeiro de 2009 às 18:47  
Blogger HHH Comentou...
O jericho contra o nacional vui-se bem mesmo sem as faltas vui-se k e o jogador do nacional e k atirou a bola contra o miguel Vitor!Toda a gente diz k o golo e valido comentadores e tds as pessoas menos portistas,sportinguistas,arbito e jogadores e treinadores do nacional...
12 de janeiro de 2009 às 19:00  
Blogger Vash Comentou...
Digam o que disserem, enquanto não se conseguir ter uma visão isenta e objectiva das coisa, não vale a pena discutir futebol. O Benfica foi beneficiado esta semana, prejudicado na anterior, beneficiado noutra qualquer e prejudicado noutra qualquer - como todos o foram. Agora, o que é indecente é os dirigentes, treinadores e comentadores virem criticar arbitragens, falar em "sistemas" e "apitos"... quando são prejudicados. E dou um exemplo: quando o Sporting foi prejudicado com o Paços de Ferreira, em Alvalade, com aquele golo com a mão do Rony em que O ÁRBITRO VIRA AS COSTAS AO LANCE COM A BOLA NO AR, ninguém falou, mas quando o Leiria teve o golo mal anulado com a bola 2 metros lá dentro já cairam todos em cima do Sporting. Onde está a coerência que exigem a quem critica o Benfica neste caso?

Já o disse e volto a repetir: o Benfica foi beneficiado nesta jornada e prejudicado na anterior. E para discutir estes assuntos, é preciso uma visão isenta e objectiva. Se não estão preparados para a ter, mais vale não discutirem porque facilmente "caem no ridículo".
14 de janeiro de 2009 às 12:42  
Blogger Vash Comentou...
E Jericho, por muito que "estiques a corda", aquela mão do Miguel Vítor é ridícula e não há "subjectividade" que valha a um árbitro para justificar aquela decisão. O problema é o que o Jorge Jesus, o Paulo Bento e o Jesualdo dizem e há muito tempo: os árbitros em portugal não sabem mais, e os chamados "avaliadores" é que lhes dão calibre/estatuto que nenhum deles tem. Enquanto a Comissão não começar a "olhar para dentro" em vez de atacar os treinadores que criticam os árbitros, não saimos do sítio.
14 de janeiro de 2009 às 12:45