http://img710.imageshack.us/img710/7564/portalfutebolbyjoaolope.png
Treinador de Bancada #1 | Ironias do Clássico
publicado por Knuckles a segunda-feira, 23 de fevereiro de 2009

Boas tardes a todos. Sim sou eu Knuckles, que me juntei a este blogue, desta vez para comentar o desporto mais famoso do planeta. Sem mais demoras, prossigamos esta minha análise.

Como é do conhecimento geral, este fim-de-semana realizou-se o grande clássico de Lisboa, o mítico Sporting vs Benfica. Bem, devo confessar que para mim não é o maior clássico deste nosso país, dado o modesto facto de viver na zona norte do país, e aqui um Benfica vs Porto, tem outra aura de magia que este clássico lisboeta não consegue proporcionar por estas terras. No entanto não posso esconder o desânimo com que escrevo para aqui pela primeira vez. Devo-me assumir como praticante de futebol (actualmente lesionado) e fervoroso pelo Benfica, e logicamente detestei o que aconteceu este fim-de-semana por esses lados de Alvalade.




Depois da tão aguerrida batalha no Dragão, que me vez ver um Benfica poderoso, lutar e com aquele mítico espírito que sempre o acompanhou, deparei-me com uma equipa com medo, sem qualquer tipo de ambição ou chama vitoriosa a perder contra um modesto Sporting. Sim, modesto porque a meu ver o Sporting ainda se encontra a alguma distância do Benfica ou do Porto, nem que seja meramente pelo factor financeiro.

Mas a dura verdade é que o Benfica foi dominado grande parte do jogo, e não encontrei um único jogador que tivesse realizado um bom jogo. Desde cedo um dos mais promissores defesas a nível mundial a meu ver, David Luíz, começou a desiludir-me. Este fantástico atleta é daqueles em quem vale deveras a pena investir. Se repararmos jogadores com ele e Yebda, foram praticamente “de graça”, isto é a sua transferência não custou uns exorbitantes milhões por nomes sonantes, que depois aqui chegam e se revelam um autêntico fiasco. Mas voltando ao jogo custou-me ver este rapaz a falhar aquele alívio, e a proporcionar aquele momento mágico ao “levezinho” que sempre que joga contra a minha equipa tem o dom divinal de facturar sempre. Já nesta última edição do jornal “A Bola” Ricardo Araújo Pereira disse no seu espaço (A Chama Imensa), que Liedson deveria sim jogar pela selecção mas única e exclusivamente por esta, deixando o Sporting, pelo menos enquanto existirem estes dérbis.

Suazo é um bom jogador, tirando o facto de não marcar há uns dois messes (salvo erro) até podia ser um bom avançado. Se não viesse para cá reatar carreira como fez o “pequeno bombardeiro” Miccoli, até o aconselhava a envergar uma (possível) gloriosa carreira no atletismo. Mas, lá conseguiu sacar um penálti a Polga, que me vez relembrar os momentos em que Simão perguntava a Custódio por que lado é que queria que ele fintasse, para depois facturar. A verdade é que pensei que o meu coração não iria aguentar ver Reys a converter outra grande penalidade, mas o rapaz lá bateu a bola tensa para o meio, e se Tiago defendesse alguma coisa (mesmo que não fosse um penálti) já ficaria deveras surpreendido.

Mas um certo e determinado senhor, que passou meia época na luz e apenas marcou um golo na última jornada frente ao Académica, destruiu todas as esperanças benfiquistas e no meio de 3 ilustres defesas facturou o 2-1. Lá veio Derlei fazer das suas (quem diria caro leitor…)

Mais tarde, mais um jovem pupilo de Alvalade, Pereirinha, decide também ele executar uma pequena maldade, e numa jogado fenomenal, cruza uma bola tensa para a área onde um pequeno homem de sensivelmente 1.60 metros marca um golo de cabeça com homens de quase 2 metros na área. Realmente Liedson é algo de extraordinário, pena que seja sempre contra o clube da Luz.


Para finalizar temos o golo que garante o segundo lugar ao Benfica, Óscar Cardozo, para mim o melhor avançado a actuar na liga portuguesa. Com apenas metade dos jogos de Suazo, este homem é o melhor marcador do Benfica, e este golo foi vital no que pode ocorrer na restante liga.




Em conclusão, não foi um grande jogo muito por culpa da falta de futebol proporciona pelo Benfica, que, na minha opinião pessoal, com a melhor defesa da liga levou um “Show de bola”. No entanto não se esqueçam que ainda estamos em segundo lugar, e que se a liga terminasse neste preciso momento estaríamos em segundo lugar com o Sporting em terceiro.

Para finalizar gostaria de referir que a parcialidade exibida nesta crónica se deve ao facto de ela ser de cariz pessoal.

Sendo assim desejo a todos uma boa semana de futebol.

Knuckles.

Etiquetas:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Anonymous Anónimo Comentou...
"No entanto não se esqueçam que ainda estamos em segundo lugar, e que se a liga terminasse neste preciso momento estaríamos em segundo lugar com o Sporting em terceiro."

Cá está a grandiosidade do benfica...
objectivo: acabar à frente do Sporting!!!

Pena que não conseguem
23 de fevereiro de 2009 às 18:00  
Blogger Jericho Comentou...
Liedson não tem 1.60 mas sim 1.75m, para mim é o melhor jogador da liga portuguesa.

Boa crónica ;)
23 de fevereiro de 2009 às 19:13  
Blogger Charismatic Enigma Comentou...
Apesar de não partilharmos as mesmas preferências clubísticas, concordo com maior parte das tuas opiniões e conclusões...

Apenas um reparo: acho que poderias ter analisado melhor a equipa do sporting, tal qual fizeste com o benfica.

De resto está muito bom, parabéns!!!

Com mais esta entrada tenho a certeza que vamos tornar o foot fever/awp uma referência...
24 de fevereiro de 2009 às 09:23