http://img710.imageshack.us/img710/7564/portalfutebolbyjoaolope.png
TREINAR PARA FORMAR OU VENCER? DIFICULDADES DE RELAÇAO COM OS PAIS
publicado por Joao Prates, a quarta-feira, 18 de fevereiro de 2009

No futebol para nós treinadores o que dita o sucesso ou o insucesso é o resultado. Tão depressa somos bestiais como a seguir bestas, se nos seniores aceito isso na formação não aceito!A meu ver na formação os resultados devem ser relativizados, a formação de jovens é mesmo isso que a palavra indica, FORMAÇÃO, não só ao nível desportivo mas também cívico e ético.
Logo o treinador deve ser avaliado pela sua competência em aspectos mais relevantes, por aspectos que marcam a vida de um atleta, um desses é sem dúvida a metodologia de treino, sabemos que ainda nos dias que correm e que é fácil chegar a Internet e informar-se de tudo, apesar disso ainda existe quem tenha metodologias completamente desajustadas e até perigosas.As metodologias devem estar adaptadas com as particularidades de cada faixa etária.Outro aspecto importante é a capacidade de diálogo quer para atletas quer para pais, para o atleta é importante porque na fase de aprendizagem precisam de alguém que os guie, que esteja disponível para os ouvir, corrigir, incentivar e o treinador também deve funcionar como um amigo, um educador porque sabemos que cada vez mais os pais tem menos tempo para os filhos e muitas vezes acabam eles por ser a causa do abandono dos filhos do futebol, quantas vezes vimos os pais de briga com o treinador porque o filho não joga ou joga pouco, conforme a circunstancia o treinador ou é besta ou bestial, na verdade os pais devem focar-se naquilo que é mais importante para o futuro do seu filho que é feito ao nível da formação ética/cívica e em todo esse trabalho que um treinador de formação faz e esquecer os resultados porque o importante em formação é formar! E formar não faz parte os pais estarem de fora do campo a dizer para o seu filho fazer diferente do que o treinador indica, isso só causa desconforto e pressão num miúdo que se vê ali sem saber o que fazer, respeitar o pai ou o treinador que o treina, como reagiriam se um treinador questiona-se um empreiteiro de obras que a casa que estava a fazer não é feita assim?

Etiquetas:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]