http://img710.imageshack.us/img710/7564/portalfutebolbyjoaolope.png
Esquema tático da Albânia
publicado por Esquemas Táticos a sábado, 13 de junho de 2009

A Albânia perdeu por 2 a 1 de Portugal, em Tirana, jogando no 4-5-1, com duas linhas de quatro e mais um jogador desempenhando os papéis de quinto homem no meio-campo e de segundo atacante.



A defesa é formada por uma linha de quatro defensores. Os laterais não avançam, o que os transforma em verdadeiros zagueiros pelos lados.

A linha de meio-campo pode ser formada por quatro ou cinco jogadores. Ao contrário do que normalmente acontece em esquemas táticos com uma linha de quatro jogadores no meio-campo, os meias laterais sobem muito pouco. Quando sobem, o fazem de maneira alternada. Ora Duru (direita) avança, ora Agolli chega ao ataque. No início do jogo, Duru atuou pela esquerda; depois trocou de lado com Agolli. O lado esquerdo atacou mais porque contou com o apoio de Skela, que caía muito por aquele lado.

Skela, o quinto homem do meio-campo, executa a dupla tarefa de marcar pela faixa central quando o time perde a bola e de ser o segundo atacante, principalmente pelo lado esquerdo. Tanto que forçou o lateral-direito português Bosingwa a avançar menos que o lateral-esquerdo Duda.

O ataque é formado por apenas um jogador: Bogdani, autor do único gol da Albânia. Como já foi dito, Skela apareceu no ataque pela esquerda. A pouca mobilidade de Bogdani era compensada pela intensa movimentação de Skela, o melhor jogador da seleção albanesa. A presença de Bogdani serviu para prender a marcação dos defensores e para tentar finalizações de cabeça, que foi como saiu o gol albanês.

Leia também:

Esquema tático de Portugal.

Esquema tático da Holanda.

Esquema tático da Noruega.

Esquema tático do Brasil.

Esquema tático da Argentina.

Esquema tático do Uruguai.

Esquema tático da Colômbia.

* Análises táticas de outras seleções e de clubes europeus, brasileiros e sul-americanos podem ser encontradas no blog Esquemas Táticos.

Etiquetas: , , , , , , , , , ,

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]