http://img710.imageshack.us/img710/7564/portalfutebolbyjoaolope.png
Esquema tático de Portugal
publicado por Esquemas Táticos a quinta-feira, 11 de junho de 2009

(clique na imagem para ampliar)

Portugal venceu a Albânia por 2 a 1, em Tirana, jogando no 4-4-2. O técnico Carlos Queiroz armou seu time inicialmente no 4-3-3, mas com poucos minutos modificou seu esquema para um 4-4-2, com Boa Morte executando a dupla função de meia e atacante pela ponta.

A defesa de Portugal tem dois laterais que marcam e apóiam o ataque, com destaque para Duda, que avança mais. Bosingwa ficou mais preso atrás, marcando as subidas de Skela por aquele lado.

No meio-campo, Pepe atuou como volante de marcação juntamente com Raul Meireles, este com mais liberdade e qualidade para chegar mais à frente. Deco foi o armador pela faixa direita do meio-campo.

O ataque inicialmente apresentou-se com três jogadores: Boa Morte pela direita, Hugo Almeida como centroavante e Cristiano Ronaldo pela esquerda. Com poucos minutos de partida, Boa Morte foi deslocado para a esquerda e, mais tarde, para a meia esquerda. Boa Morte também chegava como atacante pela esquerda, mas foi principalmente um meia aberto. Hugo Almeida apareceu pela faixa central esquerda do ataque e, principalmente, pelo centro. Cristiano Ronaldo entrava em diagonal da esquerda para o centro, como faz no Manchester United, e também pela esquerda. Algumas poucas vezes pela direita. Sem dúvida, o melhor jogador do time e o que mais se movimentou, trocando constantemente de posição.

Análise geral

O lado ofensivo direito ficou desocupado, por onde, vez ou outra, apareceram os meias (médios) e o lateral-direito Bosingwa. Mas a seleção portuguesa teve dificuldades com as linhas de marcação albanesas: uma linha de cinco no meio-campo e uma de quatro na defesa. O remédio para essas linhas são as jogadas de linha de fundo, que foram pouco utilizadas por Portugal. Duda fez muitos cruzamentos da intermediária e Bosingwa foi poucas vezes à linha de fundo. Cristiano Ronaldo insistiu em entrar em diagonal pela faixa central do ataque, “trombando” com Hugo Almeida e deixando-o sem função. E, como já dissemos, Boa Morte aos poucos foi sendo deslocado para o meio-campo.
Leia também:
Leia mais análises táticas de seleções e times europeus, brasileiros e sul-americanos no blog Esquemas Táticos.

Etiquetas: , , , , , , ,

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Eu com esta grande análise nem preciso de ler jornais nem ouvir o Rui Santos.

Isto está excelente!

Parabéns!
11 de junho de 2009 às 20:20  
Blogger RM Comentou...
Boa Morte :S

www.amo-te-benfica.blogs.sapo.pt adicionem aos links depois deixa lá um comentário que adiciono-te ..
12 de junho de 2009 às 10:25  
Blogger Esquemas táticos Comentou...
David,

muito obrigado. Abraços.
13 de junho de 2009 às 15:40