http://img710.imageshack.us/img710/7564/portalfutebolbyjoaolope.png
PROMESSAS ADIADAS
publicado por Joao Prates, a quarta-feira, 3 de junho de 2009

Muitos de nós já assistimos a jovens jogadores de futebol que eram grandes promessas do futebol português e acabaram por não fazer carreira, ou então andam perdidos em clubes de pequena dimensão.
Todos nós sabemos que o futebol pode proporcionar-nos muita coisa, êxito, reconhecimento, popularidade, poder económico, mas se tudo isso é positivo também tem coisas negativas.
Inevitavelmente tem que se falar na formação do homem enquanto atleta e na sua formação a todos os níveis.
Hoje recordo-me de Tinaia (foto), Zeferino, jogadores do FC Porto que saíram para o Real Madrid, de Edgar Caseiro, Edgar, que do Benfica saltaram para Valência e Real Madrid respectivamente, de Paulo Costa, Sporting para o Inter, de Sérgio Leite, Marcio Sousa (Maradona no europeu de sb-17 em Viseu) Xano, Bakero, João Vieira Pinto no Atlético Madrid, Hugo Leal, Ednilson, entre outros tantos que não recordo agora e que a excepção de João Vieira Pinto se perderam para o futebol de alto nível.
O êxito no futebol depende de muitos factores entre eles a força e preparação mental. Como qualquer profissão o sucesso fica mais próximos se dermos passos seguros e se definirmos objectivos realizaveis para as nossas carreiras.
Muito destes jogadores deslumbraram-se com as facilidades que o futebol lhe proporcionou e não tiveram o acompanhamento necessário que os ajuda-se a crescer, a humildade ficou pelo caminho, quase todos estes jogadores saíram a mal dos clubes, olhando para o presente posso citar Miguel Veloso que sem ter uma carreira solida força a saída do Sporting, um dos maiores de Portugal para um dos mais pequenos de Inglaterra, podemos dizer que é o poder do dinheiro, mas para alguém que quer fazer carreira no futebol não será melhor terminar a sua maturação futebolista e esperar por uma oportunidade melhor em termos de objectivos de carreira que também lhe renderá dinheiro no futuro mas de forma mais consistente?
A falta de força mental poderá destruir uma carreira, veja-se Quaresma, falhou no Barcelona, No Inter e no Chelsea, só jogou bem em Portugal onde a competitividade é menor.
Penso que os jovens devem ser acompanhados, cimentar as suas carreiras nos seus países de origem e então depois partir a busca do sucesso desportivo que lhe trará também os ganhos monetários.
Nem todos tem a sorte de encontrar um Ferguson para o ajudar a crescer como Ronaldo teve.

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Blogger Knuckles Comentou...
No fim deste texto só existe ima infima expressão aplicável: "Amén"
Excelente linha sequencial, que retrata bem a realidade dos "Ronaldos" do nosso país, que como é típico da rude mentalidade nacional, dão como dado adquirido uma carreira de sucesso desde o momento em que saem para o estrageiro.
3 de junho de 2009 às 22:16  
Pelo que sei neste momento Freddy Adu devia ser dos melhores jogadores do mundo e nem para o Benfica nem no Mónaco tem lugar.

Fábio Paim, Hélder Barbosa e Bruno Gama já deveria ser internacionais A e isso está longe de acontecer.

Quando eles tinha 13 e 14 anos já eu estava farto de ouvir falar deles.


É sem dúvida um grande tema... os meus parabéns!
3 de junho de 2009 às 22:23  
Blogger NUNO RAMOS Comentou...
Para quem gosta de recordar o nosso clube em imagens, recordando as nossas vitórias e glórias, visite o Armazém Leonino. Julgo que passará alguns momentos nostalgicos. Peço desculpa pela intromissão!

http://armazemleonino.blogspot.com

para apaixonados por cromos,jornais antigos, relatos de futebol, revistas antigas, etc... visite!
3 de junho de 2009 às 22:47  
Anonymous Anónimo Comentou...
Jericho sabes que idade tem o Adu ? --'
5 de junho de 2009 às 14:38