http://img710.imageshack.us/img710/7564/portalfutebolbyjoaolope.png
SER TREINADOR, GESTOR DE RECURSOS HUMANOS
publicado por Joao Prates, a quarta-feira, 10 de junho de 2009

Ser treinador de futebol é ser gestor, neste caso de recursos humanos, cabe ao treinador toda a planificação da equipa e será errado se assim não for pois se os resultados não aparecerem será o único que irá sofrer as consequências com o despedimento.
O futebol é uma actividade que tem as suas particularidades.
Quando se chega a um clube é importante conhecer o seu historial, criar um projecto, uma filosofia, traçar os objectivos reais para criar um caminho para o atingir.
Tudo começa num trabalho conjunto entre equipa técnica, departamento médico, departamento do futebol e finalmente o plantel onde considero ser importante ter o um conhecimento profundo do jogador em todos os aspectos.
Cabe depois a equipa técnica definir a metodologia onde estão incluídas a as regras de conduta interna e externas, penas disciplinares, definição do modelo de jogo e treino.
Um dos aspectos fundamentais do sucesso de um treinador é a sua capacidade de liderança e comunicação, sou da opinião que quem joga são os jogadores e é por eles que tudo deve ser feito, cabe-nos a nos criar condições para eles obterem o sucesso, é importante a organização e motivação, em termos comportamentais temos que ser honestos com os jogadores, costumo dizer que vale mais uma verdade que nos deixa aborrecidos do que uma mentira que nos engana, é necessário existir confiança entre quem dirige e os atletas.
Faz parte tambem do trabalho do treinador gerir os conflitos que sempre existem ao longo de uma época, é importante entender as causas e na minha opinião nunca arranjar culpados dai defender que deve existir uniformidade de regras de conduta em ambiente colectivo feito com justiça.
No fundo o trabalho do treinador é este, gerir pessoas, criar um ambiente de trabalho agradável, disciplinado e exigente, motivar pessoas a superarem-se e a atingir determinados objectivos que sejam realizáveis.
O importante é que todos sintam que o caminho a seguir é comum a todos, e que todos estejam disposto a segui-lo porque numa equipa de futebol o espaço que existe para o individualismo é ao serviço do colectivo

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Bem verdade, quem pensa que dará um bom treinador de futebol só porque no CM e no FM se safa está enganado...

O futebol vai muito para alem da táctica.
10 de junho de 2009 às 23:21